Pular para o conteúdo

Quem Foi o Apóstolo Escolhido para Substituir Judas

A história dos apóstolos é um tema amplamente discutido e estudado dentro do Cristianismo. Entre eles, Judas Iscariotes é conhecido por ter traído Jesus Cristo e, posteriormente, ter se enforcado. Com sua morte, a pergunta que surge é: quem foi escolhido para substituí-lo? Este artigo tem como objetivo explorar a história por trás da escolha do novo apóstolo, as possibilidades de quem poderia ter sido e as implicações teológicas desse processo.

Qual foi o apóstolo que substituiu Judas?

Contexto bíblico

No livro de Atos dos Apóstolos, capítulo 1, é relatado que Judas Iscariotes, que havia sido um dos doze discípulos escolhidos por Jesus, traiu-o e entregou-o aos líderes religiosos para ser crucificado. Após a morte de Judas, os apóstolos decidiram escolher um substituto para completar o grupo novamente.

O processo de escolha

Segundo o relato bíblico, os apóstolos reuniram-se e escolheram dois homens: José, também chamado Barsabás, e Matias. Depois de orarem, lançaram sortes para decidir quem seria o escolhido para ocupar o lugar de Judas. A sorte caiu sobre Matias, que foi então adicionado ao grupo dos doze apóstolos.

O papel de Matias

Embora o nome de Matias seja mencionado apenas uma vez na Bíblia, é possível inferir que ele desempenhou um papel importante na disseminação do cristianismo. Juntamente com os outros apóstolos, ele pregou e ensinou sobre Jesus e contribuiu para o crescimento da igreja primitiva.

Matias foi o apóstolo escolhido para substituir Judas no grupo dos doze. Embora saibamos pouco sobre sua vida e ministério, sua escolha foi guiada pela oração e pela orientação do Espírito Santo, e ele desempenhou um papel importante na propagação do cristianismo logo após a ascensão de Jesus.

Quem foi o Discípulo que substituiu Judas?

No livro de Atos dos Apóstolos, é relatado que após a traição e morte de Judas Iscariotes, os apóstolos decidiram escolher um novo discípulo para ocupar o seu lugar. Mas quem foi o escolhido?

O Processo de Escolha

Segundo Atos 1:23-26, os apóstolos convocaram a comunidade cristã para escolher um novo discípulo, que deveria atender a alguns requisitos, como ter sido testemunha ocular da ressurreição de Jesus e ter sido um dos seguidores desde o batismo de João. Dois discípulos foram indicados: José Barsabás, também conhecido como Justo, e Matias.

O Escolhido

Após orarem e lançarem sortes, Matias foi escolhido para ocupar o lugar deixado por Judas (Atos 1:26). No entanto, pouco se sabe sobre a sua trajetória e ministério posteriormente, já que ele não é mencionado novamente na Bíblia.

Mesmo que pouco se saiba sobre a trajetória de Matias, a sua escolha é um exemplo de como a comunidade cristã deve se organizar e buscar a vontade de Deus em momentos de decisão e mudança.

Como Matias foi escolhido para substituir Judas?

Contexto

No livro de Atos dos Apóstolos, é relatado que após a morte de Judas Iscariotes, um dos doze apóstolos de Jesus, os onze restantes sentiram a necessidade de escolher alguém para ocupar o seu lugar. Segundo o texto, isso foi feito para que a profecia do Salmo 109:8 fosse cumprida, que diz: “Sejam seus dias poucos, outro tome o seu ofício”.

Processo de escolha

Os onze apóstolos presentes decidiram que o novo apóstolo deveria ter acompanhado Jesus desde o seu batismo até a sua ascensão aos céus. Eles então indicaram dois homens que preenchiam esse requisito: José, chamado Barsabás, e Matias.

Depois disso, eles oraram e pediram a Deus que mostrasse qual dos dois homens deveria ser escolhido. Eles também lançaram sortes, um método comum na época para tomada de decisões. A sorte caiu sobre Matias, que foi então escolhido para ocupar o lugar de Judas entre os apóstolos.

Significado

Esse processo de escolha mostra a importância que os apóstolos davam para a vontade de Deus em suas decisões. Eles reconheceram que não podiam simplesmente escolher alguém por conta própria, mas precisavam buscar a orientação divina. Além disso, a escolha de Matias como o novo apóstolo demonstra que a comunidade cristã desejava manter o número original de doze apóstolos, que representavam as doze tribos de Israel.

Embora Matias não seja tão conhecido quanto alguns dos outros apóstolos, sua escolha como substituto de Judas foi um momento significativo na história da Igreja primitiva. Isso mostra que a comunidade cristã estava disposta a seguir a vontade de Deus em suas decisões e a manter a integridade de seus líderes.

Quem foi o apóstolo escolhido para substituir?

No livro de Atos dos Apóstolos, encontramos a história de Judas Iscariotes, um dos doze apóstolos escolhidos por Jesus Cristo. Judas traiu Jesus e, posteriormente, se enforcou. Como resultado, houve uma vaga entre os doze apóstolos. Mas quem foi escolhido para substituir Judas?

O processo de escolha

Os apóstolos reuniram-se para escolher um substituto para Judas. Eles pediram a Deus que mostrasse quem deveria ser escolhido. Então, eles lançaram sorte e Matias foi escolhido (Atos 1:23-26).

Quem era Matias?

Matias não é mencionado em outras partes da Bíblia, o que torna difícil saber mais sobre ele. No entanto, alguns estudiosos acreditam que ele pode ter sido um dos setenta discípulos que Jesus escolheu para ajudá-lo em seu ministério (Lucas 10:1).

Embora saibamos muito pouco sobre Matias, ele foi escolhido pelos apóstolos como o substituto de Judas. Isso foi importante porque os doze apóstolos eram considerados líderes da igreja primitiva e sua escolha de Matias ajudou a garantir a continuidade da liderança apostólica.

Onde fala de Matias na Bíblia

O apóstolo Matias é um personagem pouco conhecido na Bíblia, mas teve um papel importante na história da igreja primitiva. Ele foi escolhido para substituir Judas Iscariotes, que havia traído Jesus e se suicidado.

Atos dos Apóstolos

O livro de Atos dos Apóstolos é o único lugar na Bíblia onde Matias é mencionado. No capítulo 1, versículos 15-26, é relatada a escolha do apóstolo para substituir Judas.

No versículo 23, os apóstolos escolhem dois homens para substituir Judas: José, também chamado Barsabás, e Matias. Eles oram para que Deus os guie na escolha do novo apóstolo.

No versículo 26, é feita a escolha final: “Então lançaram sorte sobre eles, e a sorte caiu sobre Matias; e por voto comum foi contado com os onze apóstolos”.

Significado de Matias

O nome Matias significa “dom de Deus” em hebraico. É interessante notar que, apesar de pouco conhecido, o apóstolo Matias foi escolhido por Deus para fazer parte do grupo dos doze apóstolos, que foram responsáveis por espalhar o evangelho pelo mundo.

Mesmo sendo um personagem pouco mencionado na Bíblia, a escolha de Matias como apóstolo mostra que Deus usa pessoas comuns para realizar grandes coisas. O apóstolo Matias é um exemplo de como Deus pode usar qualquer pessoa para fazer a sua vontade.

Quem substituiu Judas Iscariotes versículo

Contexto

Judas Iscariotes foi um dos doze apóstolos escolhidos por Jesus Cristo para acompanhá-lo em seu ministério. No entanto, Judas traiu Jesus, entregando-o às autoridades romanas que o condenaram à morte. Após a morte de Judas, os apóstolos decidiram que era necessário escolher alguém para substituí-lo.

Versículo

O versículo que fala sobre a substituição de Judas Iscariotes pelos apóstolos está em Atos dos Apóstolos 1:26: “E, lançando-lhes sortes, caiu a sorte sobre Matias. E por voto comum foi contado com os onze apóstolos”.

Análise

Esse versículo mostra que os apóstolos decidiram escolher um substituto para Judas Iscariotes através de um processo de sorteio. A sorte acabou caindo sobre Matias, que foi escolhido por voto comum para fazer parte dos onze apóstolos restantes.

Significado

Esse versículo mostra que a escolha do substituto de Judas Iscariotes foi feita de forma justa e democrática pelos apóstolos. Além disso, a escolha de Matias para ocupar o lugar de Judas mostra a importância da continuidade do ministério de Jesus Cristo após sua morte e ressurreição.

Porque Matias foi escolhido

Contexto

No livro de Atos dos Apóstolos, capítulo 1, os discípulos de Jesus estavam reunidos para escolher alguém que substituísse Judas Iscariotes, que havia traído Jesus e se suicidado. Dessa forma, eles buscavam alguém que pudesse preencher o lugar deixado vago pelos doze apóstolos originais.

As opções

Entre os discípulos, haviam dois candidatos: José, também chamado Barsabás, e Matias. Ambos eram considerados aptos para o cargo, mas apenas um deles seria escolhido.

As características de Matias

De acordo com o texto bíblico, Matias foi escolhido porque preenchia os seguintes requisitos:

  • Era um dos discípulos que acompanharam Jesus durante todo o seu ministério terreno (Atos 1:21-22);
  • Era testemunha ocular da ressurreição de Jesus (Atos 1:22);
  • Era considerado um homem justo e digno (Atos 1:23).

A decisão final

Após orarem e lançarem sorte, a escolha recaiu sobre Matias, que foi então contado entre os doze apóstolos (Atos 1:26).

Qual foram os dois nomes indicados para substituir Judas Iscariotes

Introdução

O artigo “Quem Foi o Apóstolo Escolhido para Substituir Judas” explora a história bíblica da escolha de um novo apóstolo para substituir Judas Iscariotes, que traiu Jesus. Neste artigo, vamos explicar especificamente sobre os dois nomes indicados para substituí-lo.

A indicação dos dois nomes

Depois da traição de Judas Iscariotes, os apóstolos se reuniram para escolher um novo apóstolo para ocupar seu lugar. Pedro propôs que a escolha fosse feita entre aqueles que acompanharam Jesus desde o seu batismo até a sua ascensão. Dois nomes foram indicados:

1. José Barsabás

Segundo Atos dos Apóstolos (1:23), José Barsabás foi um dos dois nomes indicados para substituir Judas Iscariotes. Ele é descrito como um justo e um homem que estava entre os discípulos desde o batismo de Jesus até a sua ascensão. No entanto, não há muitas informações sobre ele além disso.

2. Matias

O outro nome indicado foi Matias, que é descrito como um discípulo que acompanhou Jesus desde o seu batismo até a sua ascensão. Para escolher entre os dois nomes, os apóstolos oraram e lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Matias (Atos dos Apóstolos 1:26).

Quem foi Matias na Bíblia

Matias é um personagem bíblico pouco conhecido, mas que teve um papel importante na história da igreja cristã primitiva. Ele foi o apóstolo escolhido para substituir Judas Iscariotes, que traiu Jesus e acabou se suicidando.

A escolha de Matias

Depois da morte de Judas, os discípulos de Jesus decidiram que era necessário escolher alguém para ocupar o lugar deixado por ele. Eles selecionaram dois homens que haviam acompanhado Jesus desde o batismo até a ressurreição e depois oraram a Deus pedindo orientação para a escolha.

Depois de orarem, eles lançaram sortes e a escolha recaiu sobre Matias. Ele foi então adicionado aos onze apóstolos e se tornou um dos líderes da igreja cristã primitiva.

A vida de Matias

Não se sabe muito sobre a vida de Matias depois que ele foi escolhido como apóstolo. Algumas tradições afirmam que ele pregou o evangelho na Palestina, Etiópia e outras regiões do mundo. No entanto, essas histórias não são confirmadas pela Bíblia.

De acordo com a tradição, Matias foi martirizado na Etiópia, mas isso também não é confirmado pela Bíblia.

Matias é um exemplo de lealdade e compromisso com a causa cristã. Ele foi escolhido para ocupar o lugar deixado por Judas e, embora não saibamos muito sobre sua vida, sabemos que ele foi um dos líderes da igreja cristã primitiva.

Nós podemos aprender com Matias a importância de estar comprometido com a obra de Deus e a seguir os propósitos divinos, mesmo que isso signifique sacrifício e dificuldades.

Matias era de que tribo

Contexto

O artigo em questão fala sobre a escolha do apóstolo que substituiu Judas Iscariotes, que havia traído Jesus. No livro de Atos dos Apóstolos, é relatado que os discípulos escolheram Matias para ocupar o lugar de Judas, mas pouco se sabe sobre ele.

Informações sobre Matias

Embora não haja muitas informações sobre Matias, é mencionado no livro de Atos que ele era um dos homens que acompanhou Jesus durante seu ministério terreno e que testemunhou sua ressurreição. Além disso, também é dito que ele foi escolhido pelos discípulos para ocupar o lugar vago deixado por Judas.

A tribo de Matias

No artigo em questão, há uma pergunta específica sobre a tribo de Matias. De acordo com Atos 1:26, Matias foi escolhido para se tornar um dos doze apóstolos, ocupando o lugar de Judas. No entanto, não há informações precisas sobre a tribo de Matias. Algumas fontes sugerem que ele poderia ser da tribo de Judá, mas isso é apenas especulação.

Embora haja poucas informações sobre Matias, sua escolha como um dos doze apóstolos é um testemunho da importância do papel que ele desempenhou na igreja primitiva. Seu nome é lembrado como um dos homens que ajudaram a espalhar a mensagem de Jesus Cristo pelo mundo, e sua história continua a inspirar e desafiar os cristãos de hoje.

A escolha de Matias estudo

O artigo “Quem Foi o Apóstolo Escolhido para Substituir Judas” aborda a escolha de um novo apóstolo para preencher o lugar deixado por Judas Iscariotes, que traiu Jesus. Dentre os discípulos, dois foram indicados como possíveis substitutos: José, chamado Barsabás, e Matias. Neste estudo, será abordada especificamente a escolha de Matias.

Contexto Bíblico

A escolha de Matias é mencionada no livro de Atos dos Apóstolos, capítulo 1, versículos 15 a 26. Após a ascensão de Jesus, os discípulos se reuniram em Jerusalém para escolher um novo apóstolo. Pedro sugeriu que alguém fosse escolhido entre aqueles que acompanharam Jesus desde o batismo até a sua ascensão. Dois nomes foram indicados e, por meio de oração, sorteio e confirmação divina, Matias foi escolhido.

Sobre Matias

Matias é mencionado apenas neste episódio e não há muitas informações sobre sua vida e ministério. Alguns estudiosos acreditam que ele tenha sido um dos setenta discípulos mencionados no evangelho de Lucas, outros afirmam que ele era um dos discípulos que acompanharam Jesus desde o início. Não há registro de suas atividades após sua escolha como apóstolo.

Significado da escolha de Matias

A escolha de Matias foi importante por preencher o lugar deixado por Judas e completar o número de doze apóstolos, que representavam as doze tribos de Israel. Além disso, a escolha por sorteio demonstrou a confiança dos discípulos na direção divina e na importância da oração em momentos de decisão.

A escolha de Matias é um episódio importante na história da igreja primitiva e na sucessão apostólica. Embora não saibamos muito sobre sua vida e ministério, sua escolha demonstrou a importância da oração e da confiança em Deus em momentos de decisão.

Quem foi o último apóstolo a ser escolhido

Introdução

No artigo “Quem Foi o Apóstolo Escolhido para Substituir Judas”, é possível entender a importância da escolha de um novo apóstolo para ocupar o lugar de Judas Iscariotes, que traiu Jesus. Neste texto, vamos abordar especificamente quem foi o último apóstolo a ser escolhido.

Apóstolos escolhidos

Após a morte de Jesus, os apóstolos se reuniram para escolher um novo membro que ocuparia o lugar de Judas Iscariotes. Foram escolhidos dois homens: José Barsabás e Matias. Eles oraram a Deus para que ele mostrasse qual dos dois deveria ser escolhido.

A escolha de Matias

Após orarem, lançaram sortes e a sorte caiu sobre Matias, que foi escolhido para ser o novo apóstolo. Ele foi então incluído no grupo dos doze apóstolos de Jesus.

A participação de Matias

Apesar de pouco se falar sobre Matias nos evangelhos, sabemos que ele participou do início da igreja cristã e foi um dos escolhidos para testemunhar a ressurreição de Jesus. Acredita-se que ele tenha pregado na região da atual Geórgia e é considerado santo pela Igreja Ortodoxa.

Conclusão

Em suma, após analisarmos as escrituras e diferentes fontes históricas, podemos concluir que Matias foi o apóstolo escolhido para substituir Judas. Seu papel na história da igreja cristã primitiva é de grande importância e prova que Deus sempre tem um plano para sua obra.
Depois da traição e morte de Judas, o apóstolo escolhido para substituí-lo foi Matias, que foi eleito pelos outros apóstolos por meio da oração e sorteio. Sua escolha foi reconhecida como legítima e ele se tornou um dos doze apóstolos de Jesus.

O que você achou da nossa review?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?