Como organizar brinquedos: 8 dicas para ter uma casa arrumada

Muita brincadeira, muita diversão e, é claro, muita bagunça! Quem tem crianças em casa sabe bem como é essa rotina. Os brinquedos estão espalhados por todos os lugares: na cama, no chão, no sofá. Pode ser desafiador não se preocupar com toda essa agitação quando só queremos um momento de descanso. A grande questão é: como organizar os brinquedos para manter a casa arrumada por mais tempo e ainda fazer com que as crianças se sintam incentivadas a participar dessa arrumação?

O que talvez você não saiba é que um ambiente organizado tem um impacto positivo na aprendizagem, no desenvolvimento cognitivo e até mesmo nas brincadeiras das crianças! Vamos descobrir juntos algumas dicas simples e práticas que vão ajudá-lo, juntamente com seu pequeno, a organizar os brinquedos? O objetivo é manter a casa menos bagunçada para que o dia a dia da família e da criança seja mais tranquilo, autônomo e divertido.

Como organizar os brinquedos em casa: 8 dicas de organização

organizar brinquedos

Manter a casa organizada pode parecer uma tarefa quase impossível quando temos uma criança correndo para cima e para baixo, brincando de faz de conta e dando piruetas. Mas saiba que é possível encontrar um equilíbrio entre a bagunça extrema e a ordem impecável!

Ter filhos significa se reinventar, inclusive na hora de organizar a casa. Para tornar essa tarefa menos desafiadora e mais eficiente, separamos oito dicas valiosas para ajudá-lo a descobrir como organizar os brinquedos sem estresse. Confira!

1. Separe por tipos de brinquedo

Uma estratégia eficaz para manter a organização dos brinquedos é separá-los por tipo ou tema. Não é necessário ser muito específico: os carrinhos podem ficar em uma cesta, os bichos de pelúcia em outra, as bonecas em uma estante, os jogos de tabuleiro dentro do armário, e assim por diante.

Essa categorização facilita tanto o acesso aos brinquedos quanto a organização após a brincadeira. Considerando que as crianças estão em processo de desenvolvimento do senso de organização, a lógica por trás dessa separação deve ser simples e fácil de memorizar.

Estabelecer zonas específicas para diferentes tipos de brinquedos também é uma maneira eficaz de incentivar a memorização dos pequenos. Além disso, envolver a criança no processo de organização pode tornar essa atividade mais eficiente e educativa.

2. Utilize móveis funcionais ou planejados

Que tal optar por móveis multifuncionais que atendam a diversas necessidades? Baús, camas com compartimentos, prateleiras com caixas, nichos nas paredes, bancos e pufes com espaço interno de armazenamento, mesinhas com tampo que se abre: há uma variedade de opções para todos os gostos e orçamentos.

Embora essa abordagem não siga um padrão rígido de organização, ela é prática, econômica e altamente funcional. Com os brinquedos sempre ao alcance, mas guardados de forma organizada, as crianças aprendem que manter a ordem é simples, o que pode estimular sua proatividade nesse aspecto.

3. Crie uma área de exibição

Quando planejamos uma casa bem organizada, geralmente não imaginamos os brinquedos das crianças espalhados pelos cômodos. Preferimos guardá-los em locais específicos para criar uma sensação visual de ambiente mais limpo e equilibrado.

No entanto, isso não significa que não podemos criar pequenos espaços de exposição com os brinquedos favoritos das crianças. Essa abordagem é uma ótima estratégia para manter a organização dos brinquedos enquanto incentivamos o orgulho e a responsabilidade dos pequenos.

4. Utilize caixas e cestas organizadoras

Elas são verdadeiras aliadas para manter qualquer espaço organizado, especialmente aqueles onde a autonomia é prioridade: as caixas e cestas organizadoras são acessíveis e econômicas. Algumas peças já fazem toda a diferença e não precisam ser substituídas com frequência.

As caixas plásticas transparentes, com ou sem tampa, facilitam ainda mais, pois permitem que a criança veja o conteúdo antes de iniciar a brincadeira. Já as cestas de tecido com alças são práticas, permitindo o transporte de um cômodo para outro por adultos ou crianças.

Se o orçamento estiver apertado, é possível utilizar caixas de papelão para organizar os brinquedos sem gastar muito!

5. Use etiquetas

As etiquetas, conhecidas itens de papelaria e amplamente utilizadas em escritórios, também são excelentes aliadas para manter uma casa organizada, especialmente quando há uma criança cheia de energia no ambiente!

Ao etiquetar as caixas ou cestas com imagens ou palavras, os pequenos conseguem identificar facilmente o conteúdo, facilitando tanto na hora de brincar quanto na hora de guardar. Isso beneficia tanto os pais quanto os filhos, pois reduz o tempo gasto na arrumação.

6. Faça rotação de brinquedos

Certamente você já ouviu falar do método de rotação de brinquedos, onde os brinquedos disponíveis para a criança são trocados de tempos em tempos – geralmente a cada duas semanas ou um mês – por outros que estavam guardados.

O objetivo por trás desse rodízio é promover a brincadeira criativa. As crianças não precisam de uma quantidade infinita de brinquedos para se divertirem – na verdade, a qualidade é mais importante que a quantidade.

Com um número reduzido de brinquedos disponíveis, elas conseguem se concentrar no que estão fazendo naquele momento e praticar a atenção plena. Além disso, descobrem maneiras mais criativas de brincar com um único brinquedo através de sua imaginação.

Outra vantagem? A bagunça é reduzida! Portanto, separe os brinquedos e, de tempos em tempos, faça a substituição de alguns por outros. O sucesso é garantido.

7. Adapte os brinquedos conforme o crescimento

Será que os brinquedos de bebê ainda cativam a atenção da sua criança ou ela já superou essa fase? É crucial estar atento aos brinquedos que se tornam menos interessantes à medida que a criança cresce e desenvolve novos interesses e habilidades.

A cada seis meses aproximadamente, reserve um dia para avaliar se os brinquedos do seu pequeno estão adequados à sua fase atual. Inclua a criança nesse processo! Essa também é uma excelente oportunidade para alegrar outras crianças ao doar os brinquedos que não são mais adequados para o seu filho.

8. Organize os brinquedos regularmente

A rotina com um filho pode ser cansativa, e há dias em que só queremos relaxar no sofá e ignorar a bagunça espalhada pela casa. No entanto, deixar a desorganização se tornar um hábito pode resultar em acumulação de bagunça ao longo do tempo.

Para manter a casa arrumada sem grandes dificuldades, é importante realizar pequenas sessões diárias de organização dos brinquedos. Evite que a bagunça se acumule. Reserve um tempo todos os dias para organizar os cantinhos da casa, mesmo que seja apenas um pouco, e envolva seu filho nesse processo!

Por que integrar as crianças no processo de organização?

As crianças podem sim ajudar na organização dos brinquedos e da casa! Incluí-las nessa atividade traz diversos benefícios. Primeiramente, ajuda a desenvolver nelas um senso de responsabilidade, uma habilidade essencial na vida adulta.

Embora possa parecer uma tarefa monótona, quando feita em conjunto, ajuda as crianças a compreenderem o valor da colaboração e da responsabilidade coletiva. Afinal, todos compartilham o mesmo espaço e é responsabilidade de todos manter seu bem-estar.

Além disso, ao participarem da organização dos brinquedos, as crianças aprendem desde cedo a importância de cuidar das suas próprias coisas.

Integrá-las nesse processo também contribui para o desenvolvimento da autonomia. Para bebês e crianças pequenas, participar das tarefas domésticas é uma oportunidade de aprender a fazer as coisas por conta própria e se tornar mais independentes.

Que tal aproveitar para manter a casa arrumada enquanto estimula a responsabilidade e a autonomia dos nossos filhos?

Quais os melhores brinquedos para os pequenos?

É comum sentir a tentação de comprar muitos brinquedos para presentear os filhos ou netos, dada a vasta gama de opções disponíveis, repletas de cores, luzes, sons e formatos cativantes. No entanto, é crucial lembrar-se da importância de fazer escolhas criteriosas, priorizando a qualidade em detrimento da quantidade.

Os melhores brinquedos para as crianças são aqueles que estimulam a imaginação e a criatividade, permitindo que elas mergulhem em um mundo de fantasia e explorem novas possibilidades. Crianças adoram imitar papéis, criar cenários e descobrir novas utilidades para os brinquedos, mesmo que à primeira vista pareçam simples.

Por isso, é recomendável investir em brinquedos educativos que promovam o desenvolvimento cognitivo e motor, como os feitos de madeira. Esses brinquedos, fabricados com materiais seguros e duráveis, não apenas são mais resistentes, mas também não representam riscos à saúde das crianças, ao contrário de muitos brinquedos de plástico disponíveis no mercado.

Confira também:

Como organizar brinquedos? Uma tarefa para o dia a dia!

Manter a casa organizada é fundamental para evitar o estresse e manter a rotina fluindo de maneira mais tranquila. Para garantir que a bagunça não tome conta do ambiente, é importante seguir algumas dicas simples, incluindo a organização dos brinquedos.

Além de envolver os pequenos na arrumação, contar com brinquedos que proporcionem entretenimento prolongado e contribuam para o desenvolvimento infantil é essencial. Os brinquedos de madeira da Ateliê Materno são uma ótima opção nesse sentido.

Em nosso site, você encontrará uma variedade de opções, como mini oficinas e mini mercadinhos, que manterão as crianças entretidas e incentivadas a brincar por horas a fio. Acesse agora mesmo e descubra todas as alternativas disponíveis para garantir a diversão de toda a família!

O que você achou da nossa review?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial